A SANTIDADE É TAMBÉM PARA TI!


Este é o forte apelo lançado pelo Reitor- Mor, P. Ángel Fernández Artime, no seu Lema para 2019 e que foi apresentado a toda a família salesiana de Portugal,  no passado sábado, dia 12.

A proposta de felicidade é dirigida a todo o cristão, porque ela é plenitude de vida e sinónimo de felicidade. O cristão encontra a felicidade no seguimento de Jesus Cristo.

Ser santo não significa fazer coisas extraordinárias, mas viver unidos ao Senhor, fazendo nossos os Seus gestos. Deus chama-nos à santidade mediante os pequenos gestos quotidianos, através das coisas simples, acolhendo os outros com amor e delicadeza, numa atitude de escuta e disponibilidade para servir, tornando as relações mais humanizantes e mais autênticas, cuidando da vida interior, vivendo com verdade e alegria o Evangelho.

É nos pequenos gestos feitos com amor, que se revela o rosto do amor e da santidade.

A santidade consiste em estar sempre alegre! Esta era a recomendação que D. Bosco dava aos seus rapazes recém-chegados ao Oratório de Valdocco. Uma alegria não superficial, mas enraizada na interioridade, na responsabilidade do cumprimento do dever na vida quotidiana e diante de Deus.

Para os santos a santidade e alegria formam um binómio inseparável.

Janeiro é para nós, Família Salesiana, mês da santidade salesiana e por isso, convite a acolher com coragem e determinação o Lema: “A santidade também é para ti!”

Que o exemplo dos santos que vamos celebrar nos impulsione no caminho de santidade. Olhemos para a Beata Laura Vicuña, jovem adolescente, aluna das FMA que muito cedo percebeu o que era a santidade e foi capaz de entender o que Jesus lhe pedia: dar a vida pela salvação da sua própria mãe. São Francisco de Sales, o santo da doçura e da alegria, patrono da congregação salesiana; São João Bosco, Pai e Mestre da Juventude, fundador da obra salesiana, que soube acolher o projeto de Deus, fez da sua vida uma entrega incondicional aos jovens mais pobres e abandonados, acolhendo-os com o seu amor paternal, proporcionando um clima de família, de alegria, de itinerário à fé, de amizade com Jesus. A vida de D. Bosco foi uma contínua busca do sonho de Deus para os jovens e para nós. Sonho marcado com muitas cores, mas também com a marca da cruz. Ele percebeu que Deus o chamava a dar a vida pelo bem dos jovens, principalmente pelos mais pobres e abandonados da sociedade. São João Bosco – santo e mestre de tantos santos!

Também somos chamados a escutar os apelos de Deus hoje, a descobrir o projeto de Deus para nós e, a seu exemplo, dar a vida pelo bem e salvação da juventude.

Unamo-nos a todos os jovens do mundo que se preparam para o grande encontro Mundial da Juventude com o Papa Francisco, no Panamá, para que cada um descubra o projeto de Deus- A Santidade.

%d bloggers like this: