Vinde! Descansai um pouco


Vinde! Descansai um pouco.

O fim do ano letivo-pastoral pede-nos renovação das forças, anuncia-nos um

 tempo de férias, promete-nos descanso, profetisa uma nova etapa!

As férias não são um tempo morto ou pesado, não são um intervalo na vida ou no trabalho, como não são um tempo desleixado ou enfadonho!

As férias também não são sinónimo de viagens, gastos, superficialidade…!

As férias são um tempo de passagem! Uma espécie de ponte através da qual passamos de um ano a outro, do cansaço à jovialidade na entrega, da rotina obrigatória, à criatividade que enriquece e refaz!

As férias são um grande desafio ao empenho criativo e criterioso, para que aconteça renovação! Elas são um dom ecológico para o corpo e para a alma! Um tempo gratuito a bem gerir para dele usufruir.

As férias são um convite evangélico:

Vinde, retiremo-nos para um lugar deserto e descansai um pouco! (Mc 6, 31)

Jesus, sempre atento aos seus discípulos, de ontem e de hoje, manifesta compaixão perante o cansaço, o desgaste, o esvaziamento dos seus, convidando-os ao descanso, com Ele! Também aí Jesus manifesta misericórdia!

As férias dum cristão, e ainda mais as férias duma consagrada, devem ser um tempo privilegiado para sair com Jesus, para um lugar deserto de tudo o que nos possa poluir física e espiritualmente!

As férias são um tempo de cura! Para que tal possa acontecer, há que tomar consciência das feridas, das mazelas, de tudo o que precisa ser curado. Há que fazer o diagnóstico e programar uma terapia adequada, com Ele.

As férias são um tempo oportuno para fortalecer laços de amizade, para aprofundar a fé e estreitar a relação com Deus e com as pessoas!

Sair para estar com Ele no silêncio, na serenidade, na contemplação da beleza, sobretudo daquela beleza que Ele cria em nós e nos nossos ambientes!

Acolhamos um tempo de férias, ainda que breve, como convite que o Mestre nos dirige: vinde! Descansai um pouco!

Deixemo-nos levar por Ele, onde as férias são eficazes, porque o descanso acontece! Vinde a Mim todos vós que andais cansados e oprimidos! (Mt 11, 28)

Na fé, tudo é mais belo e verdadeiro, também as férias!

“A espiritualidade cristã propõe uma forma alternativa de entender a qualidade de vida, encorajando um estilo de vida profético e contemplativo, capaz de gerar profunda alegria sem estar obcecado pelo consumo.” (Laudato si, 222)

Boas férias, com Ele!

Ir. Maria das Dores Rodrigues (Provincial FMA)

%d bloggers like this: