Encontro Vocacional ‘Mais Além’, para adolescentes e jovens


vocacional_2No princípio: Vocação! Sim, é mesmo para ti…. A vocação é a história da tua vida.
Uma história que conta com o amor de Deus e que Ele quer realizar em ti, com a tua aceitação e… para a tua felicidade!Depende muito de ti, da tua liberdade de espírito, do teu desejo em espalhar pelo mundo um pedacinho da alegria e do amor de Deus.

A primeira grande descoberta: És mesmo TU!
Quais são os teus sonhos, aqueles que te fazem luzir o olhar por te parecerem tão esplêndidos quanto inalcançáveis?
E esse desejo secreto de corresponderes ao amor de Jesus por ti?

Não apagues o grande amor que há em ti… em todas estas dimensões do teu viver vais podendo descobrir os sinais da tua vocação cristã e de como esta se concretiza.

O desafio é descobrir como segues Jesus num estilo de vida muito concreto!

*****

enc_voc_Mar_1_09Queres conhecer como vive uma comunidade concreta de salesianas? Para rapazes e raparigas. Nas primeiras sextas feiras de cada mês ou em data a combinar

Adolescentes entre o 7º e o 9º ano de escolaridade– Encontros com D. Bosco e M. Mazzarello -1
Entre o 10º e o 12º ano de escolaridade– Encontros com D. Bosco e M. Mazzarello -2
Entre os 18 e os 20º anos de escolaridade– Encontros com D. Bosco e M. Mazzarello –
Propostas de voluntariado nas férias de Verão Queres aderir a uma proposta de acompanhamento e discernimento vocacional ao longo de um ano? Para jovens maiores de 20 anos – PROJECTO BORGOALTO. A combinar diretamente e de acordo com as posibilidades e horários de cada um.

brilhar_1_gr_1Seguir Aquele que é a Luz – Descobrir o caminho, mesmo sem todas as certezas! É difícil perceber por onde ir?
Achas até que Deus não te fala muito claro?
Tens receio de seguir o caminho errado?
Não tens as respostas todas?A propósito disso, conta-se que um dia….

Uma jovem, de nome Joana, dirigiu-se um dia a um convento. Finalmente sentia-se com coragem de pedir para fazer uma experiência vocacional naquela comunidade.
Foi recebida por uma irmã que lhe perguntou o motivo da sua visita.

– Queria falar com a irmã directora. Gostava que me aceitassem cá para fazer uma experiência vocacional, durante algum tempo.

– Eu sou a irmã Raquel, a assistente. Farei chegar à irmã Leonor o seu pedido. Aguarde uns segundos, por favor.

Passado algum tempo, a simpática irmã voltou, com uma folha cheia de perguntas que entregou à jovem.

– Se não se importa, responda com cuidado a estas perguntas. Tem o tempo que desejar.

A Joana respondeu a todas as perguntas com muita facilidade. Não parecia ter dúvidas e não pediu esclarecimentos de nada. Quando terminou, entregou a folha escrita à ir. Raquel e esta ausentou-se. A Joana estava ansiosa, mas foi com um sorriso aberto que acolheu o regresso da assistente.
– A irmã Leonor pediu-me para lhe comunicar que apreciou muito as suas respostas bem elaboradas. Por essa razão aceita-a para fazer a experiência vocacional daqui a um ano.

Um ar surpreendido invadiu o rosto da jovem. Sentia-se confusa, mas também decepcionada por ter de esperar tanto tempo. Com a simplicidade que caracteriza os jovens, perguntou à assistente:
– Desculpe, mas… se eu respondi correctamente a tudo e tenho de esperar um ano, o que é que aconteceria se tivesse falhado algumas respostas?
-Ah, nesse caso – respondeu a ir. Raquel – teria sido aceite imediatamente. Você, porém, talvez precise de um ano para deixar de contar apenas com as suas certezas e começar a acolher o dom de Deus na sua vida.

conviver_1_gr_1Conviver com ELE: Esbanjar tempo para conhecer e amar Jesus. O teu coração acelera quando, em silêncio, reconheces a ternura do amor de Deus?

É deste encontro, tu a tu com Jesus, que nasce o desejo de O seguir.

Como se terá confrontado Jesus com as mesmas interrogações que trazes no coração?

Há tantos aspectos da personalidade de Jesus que nos impressionam:

Um deles é o modo como Jesus afirmava a sua IDENTIDADE.

Jesus sabe quem é e porque veio ao mundo:

“Eu sou o Pão da vida” (Jo 6,35)
“Eu sou o bom Pastor” (Jo 10,11)
“Eu sou a Luz do mundo” (Jo 8,12)
“Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14,15)

Ele identifica-se com o Pai. Por isso, procura realizar a vontade de Deus:

“Quem que me recebe, recebe Aquele que me enviou” (Jo 10,40)
“Quem me vê, vê o Pai” (Jo 14,9)

E identifica-se também com os mais pobres e excluídos da sociedade:

“Em verdade vos digo:
Sempre que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos,
a mim mesmo o fizestes.” (Mt 25,40)

“Quem receber um destes meninos em meu nome é a mim que recebe;
e quem me receber, não me recebe a mim mas Àquele que me enviou.” (Mc 9,37)

O amor que Jesus recebe de Deus é a grande força da sua vida, mas é também a razão mais profunda do amor que quer levar a todas as pessoas.

É por isso que o amor de Jesus é um amor livre e que liberta os outros.
É um amor que vem de Deus.

Jesus revela-se uma pessoa totalmente livre
diante das ideologias e das leis injustas que oprimiam ou marginalizavam pessoas e grupos inteiros.

Jesus oferece a alternativa:
O verdadeiro culto a Deus está em adorá-lo em espírito e verdade (Jo 4,24)

Jesus procura libertar as pessoas do fundamentalismo da lei,
apresentando o amor a Deus e ao próximo
como o maior dos mandamentos (Mc 12, 29-31).
Libertou muitos que se sentiam excluídos e oprimidos por várias formas de escravidão:

“Trouxeram-lhe todos os enfermos e possessos,
e a cidade inteira estava reunida junto à porta.
Curou muitos enfermos atormentados por toda a espécie de males e expulsou muitos demónios.” (Mc 1,32-34)

A liberdade de Jesus é incondicional,
ao ponto de dar a própria vida:

“Eu sou o bom Pastor.
O bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.

É por isto que meu Pai me tem amor:
por Eu oferecer a minha vida, para a retomar depois.
Ninguém ma tira, mas sou Eu que a ofereço livremente.” (Jo 10,11.18)

Confronto-me com a pessoa de Jesus:
O que desejo realizar na minha vida?
À semelhança de Jesus, a que devo prestar atenção?
Que gestos de libertação Jesus me transmite?

Da felicidade que Jesus viveu e transmitiu às pessoas, eu quero aprender a…

luz_1_gr_1Sinais que luzem – O caminho é Seguir Jesus! A questão está em saber como, verdade?
Sim, o caminho é seguir Jesus!A questão está em saber COMO, verdade?
Ou seja,

“Qual o modo concreto de viver o meu baptismo (vocação à santidade), para que ser feliz?”

Esta interrogação profunda coloca-te num caminho de discernimento vocacional: Como me chama Jesus a segui-Lo?

O primeiro aspecto desse discernimento é conheceres-te a fundo,
reflectires sobre a tua personalidade e, com a ajuda de outras pessoas,
descobrires o Projecto de felicidade que Deus te propõe.

Falar de vocação é falar de uma história de amor
onde Deus marca sucessivos encontros contigo.
Arrisca decifrar os sinais que falam de ti.

Propomos-te um pequeno exercício: a árvore do conhecimento!

luzem_1_gr_1Estrelas que me acompanham: Uma descoberta “a três” Descobrir a vocação é traçar um sentido para a própria vida.
Assim, é importante acolher o ritmo de Deus e dar pequenos passos e com calma.
Se o Senhor te pede um compromisso vai-te dando a luz do Espírito Santo para descobrires o que Ele quer de ti. Confia em alguém para te ir ajudando neste discernimento vocacional.Se o Senhor te propõem um compromisso vai-te dando a luz do Espírito Santo para descobrires o que Ele quer de ti.
Confia em alguém para te ir ajudando neste discernimento vocacional.
Alguém que te ajude a ler a tua história pessoal à luz da fé.
Perguntas: “Quem”?
Observa e arrisca confiar em alguém que te transmita….
uma grande riqueza interior, uma vida de fé profunda e coerente.

Pode ser que o/a identifiques…num sacerdote, uma religiosa que conheças, um catequista ou animador de grupo de jovens, uma pessoa que desempenhe com amor um serviço à comunidade paroquial,…

Neste acompanhamento vocacional há uma relação a três:
aquele que acompanha,
aquele que é acompanhado
e o Espírito Santo que ilumina a procura da vontade de Deus.

Neste caminho poderás dizer:
“Creio que Deus me chama a ser…”,
“Com a ajuda de Deus através das pessoas que me acompanham espiritualmente, penso que o meu caminho de felicidade realiza-se…”.

O acompanhamento é feito através de:

Encontros vocacionais realizados nas comunidades.
Encontros de acompanhamento espiritual.
Por meio de correspondência (correio postal, internet ou telefone).
Da nossa oração, pedindo ao Senhor que ilumine o caminho de cada jovem.

rosto_1_gr_1Rostos que brilham : os amigos do Senhor! Todos temos algo em comum neste caminho de seguimento de Jesus:
Identificamo-nos fortemente com uma faceta da personalidade de Jesus
Fascinamo-nos com o modo como Jesus se relaciona com o Pai
Somos abraçados pelo amor com que Jesus deu a vida por nós.
Somos tantos a olhar juntos na mesma direcção – Jesus Cristo.
rosto_2_gr_1Dá um toque pelo teu futuro Gostarias de contactar alguém para conversar sobre este assunto?
Contacta alguém da nossa equipa de pastoral vocacionalIr. Maria das Dores Rodrigues- 21 4670161 (Provincial)
Ir. Mª. João Garcia – 966094745 (Vendas Novas)
Ir. Aurinda Dionísio – 914479052 (S. João do Estoril)
Ir. Alzira Sousa – 917322792 (Cascais)
Ir. Mafalda Monteiro – 960096025 (Setúbal)

Ou consulta outras irmãs através dos telefones das comunidades que constam na pagina web

Achas que por e-mail tens mais facilidade?

Ir. Mª. João – mjoao.garcia@hotmail.com
Ir. Aurinda – aurindamaria@gmail.com
Ir. Alzira – alzirasousa@gmail.com
Ir. Mafalda – mafaldamonteiro@hotmail.com

Ou talvez prefiras “vir e ver” pessoalmente

Últimas notícias

%d bloggers like this: