Em oração pela Venezuela


Madre Yvonne Reugoat: uma oração especial para a paz na Venezuela

Roma, Itália – em 21 de maio de 2017, a conferência episcopal venezuelana promoveu um dia de oração para a paz na Venezuela. Um convite que a Madre geral das filhas de Maria Auxiliadora estende a todas as FMA e comunidades educativas da ispettoria venezuelana “S. João Bosco” (sex) e para a família salesiana no mundo, para pôr fim à violência e à opressão por parte do estado e se promova o diálogo e a reconciliação. Segue-se a mensagem integral da mãe geral às filhas de Maria Auxiliadora.

À atenção da inspetora irmã Margarita Hernández e irmãs FMA da ispettoria venezuelana queridíssima irmã margarita e irmãs, antes de partir para a visita às FMA da Hungria, gostaria de ter convosco para garantir-lhes a oração do conselho geral e de toda a instituição que, juntamente com o Papa Francisco , a conferência episcopal venezuelana, associa-se ao seu povo e a todas vocês neste tempo de grande sofrimento. Vamos ser particularmente próximas a 21 de maio, dia de oração pela nação venezuelana; um dia que para a família salesiana coincide com o início do grande tríduo a Maria Auxiliadora.

Como todos os anos, terei a oportunidade de ser a Turim para as celebrações em sua honra, e a minha oração na Basílica a ela sacramentada pela fé e pelo amor Dom Bosco, se intensificará o dia 24. Todo o “Monumento vivo” estará presente espiritualmente Em Turim para interceder a paz e a cessação da violência institucionalizada no seu querido país. Juntamente com os bispos da cev rezaremos por que comece finalmente uma era de escuta do grito do povo e de reconciliação do país. Dom Bosco nos deixou em herança um grande amor a Maria, honrada como auxiliadora dos cristãos e de toda a humanidade.

A ela, portanto, pedimos que cesse toda a violência e a proteger os seus filhos que sofrem sob o seu manto de mãe. Tome pela mão o povo venezuelano, e leve-o para a construção de uma sociedade em que cada pessoa possa viver na paz, na segurança e na liberdade. Ela é mãe de toda a humanidade e não pode deixar de querer o bem dos seus filhos. Este bem passa pelo respeito dos direitos humanos fundamentais, assim como por um renovado escuta da palavra de Jesus, seu filho. Maria Auxiliadora nos ajude a compreender os passos concretos que levam à reconciliação, nos leve a fixar o nosso olhar no Deus da vida e da paz, como recomendam os vossos bispos, reconciliar os corações porque cesse, finalmente, a violência e começa o tempo novo da Paz.

Pedimos juntos ao Senhor, por intercessão de Maria, de apoiar o nosso empenho nestes momentos difíceis, especialmente na educação das gerações mais jovens. Somos um sinal da presença do Senhor no meio do seu povo! Um sinal de esperança e de amor. O Espírito Santo nos ilumine na nossa missão educativa porque podemos acompanhar os jovens a ser construtores de pontes, a viver como bons cristãos e honestos cidadãos na situação atual, para ajudar a construir uma sociedade mais justa. Ele nos dá a luz para saber discernir, em qualquer momento, como viver o carisma. Unidas na oração, vos saúdo uma a uma com carinho grande. A mãe geral do Instituto das fma, m. Yvonne Reungoat

Veja mais em: https://www.cgfmanet.org/21.aspx?lingua=1&sez=21&sotsez=1&detsotsez=1&doc=1187#sthash.Whza0wkn.OwWM6rm7.dpuf

Últimas notícias

%d bloggers like this: